quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Como batizar furacões

                                                            foto: Francesca Woodman 


1. desde o seu epicentro
2. em sua coluna vertebral
3. onde adquire velocidade e cresce
4. enxergando-o em tudo que o refaz
4.1. no silêncio profundo que contorna o grito
4.2. onde ainda ontem houve uma festa
4.3. onde ainda ontem houve uma guerra
4.4. no oco da tua boca onde um dia eu quis nascer
5. recorrendo a línguas mortas 
6. com a ira que guardo nos ossos
7.  perdendo o fôlego
8. em fuga
9. investida de coragem insana
9.1. encarando-o
9.2. dando-lhe as costas
9.3. aliando-me à brutalidade da sua marcha 
10. lançando-me ao que nada promete e nem sustém
10.1. como uma presença desejada
10.2. como uma falta incontornável
11. amalgamando os nomes indigentes 
12. com magia
12.1. indecorosamente
12.2. agudamente
12.3. sem pedir perdão
13. ouvindo meu coração virar vento indócil
14. em silêncio
15. deixando-o falar
16. sabendo que também ele me nomeia

Nenhum comentário:

Postar um comentário